A dose dupla de mata-mata na noite desta quarta-feira (17) não decepcionou no quesito emoção, mas algumas torcidas passaram longe do sossego.

Não foi o caso dos torcedores de Flamengo e Palmeiras. Pela Libertadores, as duas equipes entraram em campo em situações diferentes, mas acabaram dando motivos de sobra para a alegria da massa.

Com o apoio da torcida em casa pela primeira vez, depois da suspensão imposta pela Conmebol, o Flamengo espantou um grande fantasma diante de mais de 40 mil torcedores. Depois de três edições seguidas sendo eliminado na fase de grupos, o Rubro-Negro conseguiu a classificação para as oitavas de final.

Após primeiro tempo equilibrado e sem gols, o Mengão voltou com tudo na segunda etapa e, logo aos três minutos, Éverton Ribeiro bateu no rebote e abriu o placar. A partir do gol, a situação mudou de figura. Sem conseguir se organizar defensivamente, o Emelec passou a ameaçar a meta do time brasileiro. Mas, a noite tinha nome, e era de Éverton Ribeiro.

Aos 45, em cobrança de falta, o meia decretou a vitória do Mengão e carimbou a vaga da equipe no mata-mata. Final, Flamengo dois, Emelec zero. O Flamengo é o segundo do grupo com nove pontos. O River Plate é o primeiro com 11. As duas equipes se enfrentam na rodada final, na próxima semana, em Buenos Aires.

Memorável. Assim pode ser resumida a campanha do Palmeiras na fase de grupos da Libertadores. Em seis jogos, o Verdão venceu cinco e empatou um. A vítima de vez foi o Junior Barranquilla, da Colômbia. Já classificado, o Palmeiras se deu ao luxo de colocar um time misto, e viu a equipe ter dificuldades no primeiro tempo.

Mas no segundo tempo, Borja mostrou que tem condições de sobra para ser o homem gol palmeirense. O atacante colombiano marcou três vezes para o Verdão. Teo Gutierrez ainda descontou para os visitantes. Palmeiras três, Junior Barranquilla um. O Palmeiras termina a fase de grupos com a melhor campanha do torneio, com 16 pontos conquistados em 18 disputados. O resultado também ajudou o Boca a se classificar na segunda posição do grupo.

Nesta quinta (17), o time venezuelano do Deportivo Lara recebe em casa o Corinthians, líder do grupo sete. O jogo pode selar a classificação alvinegra, em caso de vitória.

E não foi só na Libertadores que a emoção foi grande. Dois jogos na Copa do Brasil com gigantes da série A prenderam a atenção dos torcedores. Na Arena Condá, depois de dois empates em zero a zero, a Chapecoense eliminou o Atlético Mineiro nos pênaltis. Ricardo Oliveira e Roger Guedes desperdiçaram suas cobranças. Agora, o Galo só tem o Campeonato Brasileiro até o final do ano, já que a Chape está nas quartas de final.

Quem deu um passo importante foi o Cruzeiro, que de virada venceu o Atlético Paranaense por dois a um e conquistou uma importante vantagem para o jogo de volta. Com o resultado, a equipe celeste joga pelo empate em Minas Gerais.

Nesta quinta-feira, tem mais Copa do Brasil. Depois de sofrer uma goleada por cinco a um na primeira partida, a Luverdense, equipe do Mato Grosso, vai tentar um milagre para avançar na competição diante do Santos, que vai a campo com uma equipe mista.

Éverton Ribeiro decide com Maraca lotado e Fla avança na Liberta
Éverton Ribeiro decide com Maraca lotado e Fla avança na Liberta

Reportagem, Raphael Costa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here