Diante de um grande público no Mineirão e com grande festa das mamães, o Cruzeiro venceu o Sport e subiu na classificação do Campeonato Brasileiro chegando a 8ª posição na tabela ao fim do jogo. O resultado foi construído com gols do zagueiro Dedé no fim do primeiro tempo e Arrascaeta no início da segunda etapa.

O Jogo

O Cruzeiro tomou a iniciativa logo no começo da partida e por pouco Sassá não abriu o placar antes do primeiro minuto, deppis do chute de Arrascaeta e do rebote do goleiro Magrão. Sassá concluiu por cima do gol, porém o bandeira assinalou impedimento erradamente.

O Sport respondeu com dois bons lances do atacante Rogério. No primeiro ele recebeu de frente para o goleiro Fábio que fez uma grande defesa desviando a bola para escanteio. No segundo, o zagueiro Léo chegou na hora e desviou a bola que fatalmente iria para as redes.

Ainda no primeiro tempo, O Cruzeiro chegou mais uma vez com grande perigo. Sassá completou o cruzamento de Egídio e colocou no fundo das redes, mas o bandeira assinalou impedimento, mais uma vez de forma errada.

No fim do primeiro tempo, o Cruzeiro subiu para o ataque e marcou o primeiro gol da partida. Bela jogada de Arrascaeta pela direita, o uruguaio cruzou para área e Dedé testou firme para as redes, sem chances para Magrão.

Camisa 10

Na frente do placar, o segundo tempo começou com a Raposa em busca do segundo gol e por pouco ele não saiu com Sassá, o atacante recebeu grande cruzamento de Arrascaeta e por pouco não colocou a bola para as redes, chegando um pouco atrasado no lance.

Com 10 minutos, De Arrascaeta tabelou com Rafinha e perdeu a bola, mas lutou, tomou de Neto Moura, ajeitou o corpo e bateu colocado, no ângulo de Magrão, marcando um golaço no Mineirão, o segundo do Cruzeiro na partida.

O Maior de Minas chegava fácil ao ataque e por pouco não ampliou o placar aos 30 minutos. Egídio, o rei das assistências da Raposa, fez mais um belo cruzamento e por pouco o capitão Henrique não marcou o terceiro gol do jogo.

Personagens da partida

Dedé mais uma vez foi o grande nome do jogo e por pouco ele não deixou a partida ainda no primeiro tempo depois de lance com o companheiro de zaga Léo. Os dois chegaram juntos na bola e Dedé acabou levando um pisão involuntário de Léo.

O defensor continuou na partida e no último lance do primeiro tempo abriu o placar com uma grande cabeçada, assim como na última partida quando marcou o gol da vitória sobre o Botafogo.

“Fizemos por merecer o resultado, imprimimos um ritmo forte no primeiro tempo e suportamos a chegada do adversário. Tive a oportunidade de chegar bem na bola. Sobre o lance com o Léo, foi um lance casual, a intenção dele foi das melhores. Estou bem”, tranqüilizou o defensor.

De Arrascaeta, que marcou o segundo gol da partida, falou das oportunidades criadas pela equipe na partida e lembrou do próximo jogo da Raposa, na quarta-feira, contra o Atlético-PR, válido pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

“O time foi muito bem, criou grandes chances de gol, mas precisamos seguir melhorando. Agora vamos descansar porque daqui três dias teremos mais um compromisso importante, desta vez pela Copa do Brasil”, declarou o camisa 10.

Palavra do treinador

Contente pelo resultado e pelo desempenho da equipe na partida, Mano falou que o placar foi merecido, porém o primeiro gol saiu depois de muita insistência em cruzamentos. O treinador garantiu que o tento marcado no fim do primeiro tempo deu tranqüilidade ao time para construir a vitória no segunda etapa.

“Fizemos um bom jogo. Esse é um horário bem particular. Tivemos a felicidade de fazer o gol no último minuto do primeiro tempo, que nos deu uma tranquilidade maior. Se não fizéssemos, no segundo tempo, teríamos que imprimir um ritmo mais forte. Mas fizemos o gol, porque martelamos, martelamos, martelamos. Exageramos as bolas cruzadas na área. Precisávamos de trabalhar a bola na frente da área”, disse o treinador.

Homenagem ao Dia das Mães

Além da vitória como presente, as mamães presentes ao estádio puderam participar de atividades na Esplanada do Mineirão, e foram representadas por mães escolhidas para entrar em campo com os jogadores.

Outra grande homenagem feita pelo Clube para o Dia das Mães foi passar a responsabilidade das fotos da partida para Ana Maria, mãe do volante cruzeirense Lucas Silva, que esteve em campo e que foi fundamental para o triunfo celeste. Os registros da Ana Maria você encontra nesta matéria e nas redes sociais do Clube.

CRUZEIRO 2 X 0 SPORT
Motivo: 5ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 13/05/2018 (domingo)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte-MG
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo- (RJ) CBF
 Público pagante: 19.390
Público presente: 21.907
Renda: R$ 407.831,00
Gol: Dedé, aos 46 minutos do segundo tempo; De Arrascaeta aos 10 minutos do segundo tempo.
Cruzeiro: Fábio; Lucas Romero, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, De Arrascaeta e Rafinha (Rafael Sóbis); Robinho (Mancuello) e Sassá (Raniel).
Técnico: Mano Menezes
Sport: Magrão, Winck (Fabrício),Ernando, Ronaldo Alves e Sander, Anselmo, Felipe Bastos (Neto Moura), Gabriel (Everton Felipe), Carlos Henrique, Marlone e Rogério
Técnico: Claudinei Oliveira
Cartões amarelos: Sassá e Dedé (Cruzeiro); Ronaldo Alves, Sander e Gabriel (Sport)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here