25.2 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, 20 de maio de 2019 12:0439
- Publicidade -

Jungmann diz que caso Marielle terá desfecho em breve

- Publicidade -

O jornal O Globo divulgou nesta quinta-feira (10) o depoimento de uma nova testemunha informando que haviam quatro pessoas dentro do carro que teria sido usado na morte da vereadora Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes.

Perguntado sobre a participação do vereador Marcello Siciliano (PHS) e do ex-policial militar Orlando Oliveira de Araújo na morte de Marielle, o ministro extraordinário da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse que a investigação está chegando na sua etapa final e que, em breve, terá um desfecho.

- Advertisement -

“O que eu posso dizer é que estes e outros são investigados e que a investigação do caso Marielle está chegando na sua etapa final. Eu acredito que, em breve, nós vamos ter resultados.”

Nesta semana, o vereador Marcello Siciliano (PHS) negou que tivesse envolvimento na morte da vereadora. Ela e seu motorista foram mortos na noite de 14 de março, no bairro do Estácio, depois de ela ter participado de seu último compromisso político, na Lapa. Seu carro passou a ser perseguido por dois veículos, que dispararam 13 tiros contra Marielle e Anderson.

Reportagem, Cintia Moreira

Últimas Notícias

Fãs se despedem de “Game of Thrones” entre euforia e decepções

O episódio final da série selou o destino de Daenerys Targaryen, Jon Snow, Tyrion Lannister, Sansa e Arya Stark

Janaina Paschoal volta a criticar manifestações pró-Bolsonaro: “O governo se colocou na situação em que está”

A deputada acusa Jair Bolsonaro de não ter barrado Rodrigo Maia, que acabou se reelegendo presidente da Câmara com o apoio do partido do presidente.

O fim da Android na Huawei, uma comoção para o mercado de “smartphones”

A disputa entre a Huawei e a Google representa uma advertência para os demais fabricantes chineses (Xiaomi, Oppo, OnePlus...).

Toni Kroos renova contrato com Real Madrid até 2023

O contrato de Kroos, 29 anos, terminava em 2022.

Inflação do aluguel acumula taxa de 7,78% em 12 meses, diz FGV

A queda da taxa da prévia de abril para a de maio foi puxada pelos preços no atacado, no varejo e na construção civil.

Google suspende parte de acesso da Huawei ao Android

Empresa chinesa está sob pressão de Washington

Aposentadoria de policiais e professores entra em discussão na Câmara

Audiências temáticas voltam a ocorrer em comissão especial