21.9 C
Rio de Janeiro
terça-feira, 21 de maio de 2019 4:4007
- Publicidade -

Boris Johnson rejeita um segundo referendo sobre o “Brexit”

- Publicidade -

O ministro de Relações Exteriores do Reino Unido, Boris Johnson, garantiu que “não deveria haver um segundo referendo” sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia (UE), em uma entrevista publicada nesta terça-feira pelo jornal “The Guardian “.

Johnson, que está no Canadá para participar de uma reunião internacional sobre a ameaça nuclear norte-coreana, negou que os britânicos estivessem “implorando” por outra consulta, após a que foi realizada em 23 de junho de 2016, mas acredita que, se ela ocorresse, o resultado seria inclusive mais favorável ao “Brexit”.

- Advertisement -

Sobre a possibilidade de organizar um segundo referendo ao término das negociações com Bruxelas, uma proposta ventilada nos últimos dias pelo ex-líder do eurocético Partido da Independência do Reino Unido (UKIP, na sigla em inglês), Nigel Farage, o ministro acredita que não seria uma boa ideia.

“Acabamos de ter um, e acredito que foi muito bem, mas foi algo que causou muita dor e introspecção”, afirmou Johnson, que, junto com Farage, defendeu o “Brexit” no referendo de 2016.

“Não estou convencido que os cidadãos estejam implorando por outro referendo sobre o ‘Brexit'”, frisou Johnson.

O ministro britânico também comentou que não acredita que a decisão de deixar o bloco europeu possa ser revertida, pois, segundo ele, “algo muito profundo” aconteceu no país.

“Creio que, se houvesse outro referendo – e opino que não deveria haver -, o resultado seria mais ou menos o mesmo, ou um resultado mais voltado para a saída “, declarou o ministro ao “Guardian”.

Farage disse na semana passada que poderia ser necessário realizar um segundo referendo sobre o “Brexit” com o objetivo de ratificar a decisão e aplacar os defensores da permanência na UE, mas esta possibilidade foi rejeitada pelo governo conservador e pelo opositor Partido Trabalhista.

EFE

Últimas Notícias

Alexandre Campello garante reforços no Vasco da Gama e diz que meta e fica entre os 10 primeiros do Brasileirão

O presidente do Vasco da Gama também falou sobre a busca de um terreno para a construção de um Centro de Treinamentos

Estado do Rio tem aumento de mortes por intervenção policial em abril

Número de vítimas registrado em abril foi o menor para o mês nos últimos quatro anos

Werley sobre o Vasco da Gama: “A torcida ainda vai ter muito orgulho desse time”

O zagueiro também falou sobre o início ruim no Campeonato Brasileiro

Contribuinte paga caro pelas mordomias de ex-presidentes; veja os valores

Em 2018, o Estado Brasileiro gastou R$ 4,6 milhões com cinco ex-presidentes

Peruanos protestam contra pedágios em vias construídas por Odebrecht e OAS

São pedágios "contaminados pela corrupção", declarou o prefeito de Lima, Jorge Muñoz, ao convocar a Câmara dos Vereadores para discutir a questão.

Ford vai eliminar 7 mil empregos; cerca de 10% de sua equipe mundial

Em março, a Ford anunciou a eliminação de mais de 5.000 vagas de empregos na Alemanha.

Luxemburgo confirma barca no Vasco da Gama

Elenco do Gigante da Colina tem mais de 40 jogadores

Bolsonaro diz que reforma tributária será apresentada após aprovação da Previdência

Se a reforma tributária for aprovada pela CCJ, proposta será examinada por uma comissão especial antes de ser analisada pelo Plenário da Câmara