21.9 C
Rio de Janeiro
terça-feira, 21 de maio de 2019 4:0758
- Publicidade -

Pezão descarta Forças Armadas no carnaval do Rio

- Publicidade -

A atuação de militares das Forças Armadas no policiamento ostensivo do Rio de Janeiro durante o carnaval não será liberada pelo Ministério da Defesa nem pelo Governo do Rio de Janeiro. O ministro Raul Jungmann e o governador Luiz Fernando Pezão participaram hoje (12) de uma reunião sobre o plano integrado de segurança e afirmaram à imprensa que não há necessidade de recorrer à medida, defendida ontem (11) pelo prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella.

“Existe um plano de segurança nosso que sempre funcionou no carnaval. Não vamos pedir Forças Armadas”, disse Pezão, que comparou o evento com o Réveillon, que foi patrulhado sem reforço de militares. “Acho que não precisa. Sempre fizemos o carnaval com os nossos policiais.”

- Advertisement -

O ministro da Defesa concordou com a avaliação de Pezão e disse que a melhora na capacidade de pagamento salarial e de reposição de efetivo no governo do estado afasta essa necessidade. “Não há descontrole, não há desordem. O governo do estado enfrentou grandes eventos recentemente sem precisar de Forças Armadas.”

Jungmann ainda acrescentou que empregar militares no patrulhamento do carnaval do Rio geraria questionamento de outras cidades com grandes carnavais, como Recife e Salvador.

“Se eu desse aqui e negasse a elas, os prefeitos de outras capitais poderiam dizer: ‘Quem não gosta de frevo, bom ministro não é'”, disse Jungmann, ao fazer uma referência a uma frase de Crivella. O prefeito afirmou ontem que “quem não gosta de samba, bom prefeito não é”.

Na apresentação da agenda do carnaval do Rio de Janeiro, na manhã de ontem, o prefeito “fez um apelo” ao governo federal para empregar tropas federais no policiamento da cidade e da Arena Carnaval Rio 2018. O presidente da Riotur, Marcelo Alves, acompanhou o pedido do prefeito e disse que a presença das Forças Armadas era fundamental.

Últimas Notícias

Alexandre Campello garante reforços no Vasco da Gama e diz que meta e fica entre os 10 primeiros do Brasileirão

O presidente do Vasco da Gama também falou sobre a busca de um terreno para a construção de um Centro de Treinamentos

Estado do Rio tem aumento de mortes por intervenção policial em abril

Número de vítimas registrado em abril foi o menor para o mês nos últimos quatro anos

Werley sobre o Vasco da Gama: “A torcida ainda vai ter muito orgulho desse time”

O zagueiro também falou sobre o início ruim no Campeonato Brasileiro

Contribuinte paga caro pelas mordomias de ex-presidentes; veja os valores

Em 2018, o Estado Brasileiro gastou R$ 4,6 milhões com cinco ex-presidentes

Peruanos protestam contra pedágios em vias construídas por Odebrecht e OAS

São pedágios "contaminados pela corrupção", declarou o prefeito de Lima, Jorge Muñoz, ao convocar a Câmara dos Vereadores para discutir a questão.

Ford vai eliminar 7 mil empregos; cerca de 10% de sua equipe mundial

Em março, a Ford anunciou a eliminação de mais de 5.000 vagas de empregos na Alemanha.

Luxemburgo confirma barca no Vasco da Gama

Elenco do Gigante da Colina tem mais de 40 jogadores

Bolsonaro diz que reforma tributária será apresentada após aprovação da Previdência

Se a reforma tributária for aprovada pela CCJ, proposta será examinada por uma comissão especial antes de ser analisada pelo Plenário da Câmara