17.3 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, 17 de julho de 2019 5:3203
- Publicidade -

UE diz que discurso de May mostra vontade em avançar nas negociações do Brexit

Publicidade

O principal negociador da União Europeia para a saída do Reino Unido do bloco, Michel Barnier, afirmou nesta sexta-feira que o discurso da primeira-ministra britânica, Theresa May, sobre o Brexit “mostra vontade de avançar” nas negociações, uma vez que uma nova rodada de conversas começa na próxima segunda-feira.

A UE afirmou que não irá falar sobre o futuro relacionamento do Reino Unido com o bloco antes de resolver três questões do divórcio: os direitos dos cidadãos, a situação na ilha da Irlanda e o valor que o Reino Unido deve à UE antes da separação definitiva.

Publicidade

As promessas de May de preservar os direitos dos cidadãos da UE que vivem no Reino Unido são “um passo à frente”, de acordo com Barnier, mas precisam ser explicados em posições de negociação precisas. Ele afirmou, ainda, que o discurso da premiê britânica não traz nenhuma clareza sobre como evitar o ressurgimento de uma fronteira entre a Irlanda do Norte, que faz parte do Reino Unido, e a República da Irlanda, que permanecerá na UE.

No acordo financeiro, Barnier disse que sua equipe está pronta para discutir a promessa de May de que nenhum outro país da UE deveria pagar mais ou receber menos devido ao Brexit. “Devemos avaliar (…) se esta garantia abrange todos os compromissos assumidos pelo Reino unido como Estado-membro da União Europeia”, afirmou.

Barnier afirmou que a UE analisará seu pedido para o Reino Unido permanecer por dois anos após o Brexit no mercado único e nos acordos de segurança da UE. Ele observou, no entanto, que o Reino Unido teria que estar sujeito à supervisão contínua das instituições do bloco comum, que inclui o principal tribunal da UE e pagamentos contínuos ao orçamento da UE – duas questões divisórias para o governo britânico.

“A UE compartilha o objetivo de estabelecer uma parceria ambiciosa para o futuro”, disse Barnier. No entanto, ele enfatizou que o futuro relacionamento deve se basear em um equilíbrio de direitos e obrigações.

“Nossa ambição é encontrar um acordo rápido sobre as condições da retirada ordenada do Reino Unido, bem como sobre um possível período de transição”, afirmou.

Assine nossa Newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Últimas Notícias

Dias Toffoli suspende processos que tenham dados sem autorização judicial prévia

Decisão afeta o caso do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), que teria feito uma movimentação atípica nas contas de Fabrício Queiroz, seu ex-assessor

Horóscopo de quarta-feira 17 de julho de 2019

Confira a previsão do horóscopo para o dia 17 de julho de 2019 e fique por dentro de tudo...

MetrôRio anuncia operação especial para partida do Flamengo na Copa do Brasil

Haverá trens extras e extensão de horário do embarque após o fim do jogo

Concursos e depressão: como lidar?

Por *Leonardo Chucrute - A depressão vem atingindo grande parte da população, principalmente naquelas pessoas que estão...

Passagens aéreas ficarão mais baratas a partir de setembro, anuncia ministro da Infraestrutura

Segundo Tarcísio Gomes de Freitas, empresas estrangeiras de baixo custo estão em conversas com o governo e têm interesse em atuar no Brasil

Simone Tebet diz que CCJ pode votar reforma da Previdência em três semanas

Três semanas é o prazo estimado pela presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), senadora...

Vasco da Gama pede impugnação de jogo contra o Grêmio

O Vasco da Gama, como o Diário Carioca afirmou que faria, entrou, nesta segunda-feira (15/07), com um...

Paolla Oliveira registra ocorrência após polêmica com vídeo intimo de Verônica Radke

Paolla Oliveira compareceu no final da tarde desta segunda-feira, 15 a Delegacia de Repressão aos Crimes de...

Fluminense anuncia a contratação de Nenê, ex-Vasco da Gama

De olho em fortalecer ainda mais o plantel para o resto da temporada, o Fluminense acertou a...