- Publicidade -

Frentes usam denúncia para pressionar Temer

As principais frentes parlamentares da Câmara dos Deputados reforçaram nos dois últimos meses as demandas por pautas de seus interesses no governo federal. A investida coincidiu com a delação do Grupo J&F e o início da tramitação da denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer por corrupção passiva.

As chamadas bancadas “BBB” (Boi, Bala e Bíblia), que se organizam para defender temas ligados ao agronegócio, à segurança pública e à religião, abrigam 80% dos 213 deputados que não declararam publicamente como vão votar a respeito da admissibilidade ou não da acusação formal, segundo o Placar do jornal O Estado de S. Paulo.

Além de distribuir emendas parlamentares e de receber mais de uma centena de deputados, Temer já atendeu algumas reivindicações das frentes e indica que poderá apoiar outras demandas históricas dos grupos. A sinalização mais clara foi dada à bancada ruralista, a mais organizada e combativa da Câmara, formada por 205 deputados.

Para barrar o prosseguimento da denúncia na Casa, Temer precisa de um mínimo de 172 votos. A admissibilidade da acusação requer um mínimo de 342 votos. O governo está confiante de que a denúncia será rejeitada. A sessão está marcada para quarta-feira.

A expectativa, contudo, é de que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresente ao menos uma nova acusação formal contra o presidente, que ainda é investigado pelos crimes de obstrução da Justiça e organização criminosa. Esta situação intensificou o clima de cobrança na Câmara.

No mês passado, em meio à tramitação da denúncia, Temer destravou os principais itens da chamada “Pauta Positiva” apresentada pela Frente Parlamentar pela Agropecuária em maio de 2016 ao então vice-presidente – uma semana antes do afastamento de Dilma Rousseff.

Entre os itens da pauta, foi sancionado no dia 11 deste mês a medida provisória que permite a legalização em massa de áreas públicas invadidas, apelidada por ambientalistas de “MP da Grilagem”. Oito dias depois, o presidente Michel Temer aprovou parecer da Advocacia-Geral da União (AGU) que determina que o entendimento do Supremo Tribunal Federal no julgamento da terra indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima, deve balizar próximas demarcações.

O governo também encaminhou neste mês de julho ao Congresso um projeto de Lei que altera os limites da Floresta Nacional do Jamanxim e cria uma Área de Proteção Ambiental de mesmo nome, no Pará. Na prática, o governo propõe o aumento da área passível de ser desmatada, o que gerou protestos de ambientalistas.

O deputado Nilson Leitão (PSDB-MT), coordenador da Frente Parlamentar Mista da Agricultura destaca avanços nas negociações com o governo Temer em relação a demarcação de terras indígenas, venda de terras para estrangeiros, licenciamentos ambientais e anistia às dívidas de agricultores com o Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural), entre outras.

“Estamos mantendo um bom diálogo com o governo em diversos aspectos, principalmente em pautas que não avançavam há muito tempo”, disse Leitão.

Pressões. A Frente Parlamentar Evangélica conseguiu em junho que o Ministério da Educação determinasse a retirada de circulação de mais de 90 mil livros didáticos de conteúdo considerado impróprio pelos religiosos. A ação foi uma demonstração de força dentro da Comissão de Educação e mostrou a disposição do governo em dialogar com o grupo.

O deputado Alan Rick (DEM-AC), membro da frente, afirmou que na volta do recesso a bancada deve concentrar suas atenções para proposições ligadas à descriminalização do aborto – mais especificamente o Estatuto do Nascituro, que, na prática, transformaria o aborto em crime hediondo.

Em tramitação desde 2007, e já com parecer favorável na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), o projeto deve ir ao plenário da Câmara tão logo a denúncia contra Temer seja um assunto do passado. Rick acredita que o Estatuto terá apoio do governo e de sua base. “Já conversei com o presidente e ouvi que ele, pessoalmente, é contra o aborto. Por isso, estou confiante que iremos conseguir barrá-las com o apoio do governo.”

Sem ter suas pautas atendidas de forma tão direta, a Frente Parlamentar da Segurança Pública projeta para o segundo semestre uma resposta do governo à sua principal demanda: a revogação do Estatuto do Desarmamento.

O grupo quer que o projeto do deputado Rogério Peninha Mendonça (PMDB-SC), que flexibiliza pontos do Estatuto do Desarmamento, seja lavado ao plenário. Entre os principais pontos estão o fim da obrigatoriedade da renovação do registro de armar e a redução da idade mínima para compra de armas de 25 para 21 anos. “Temos que insistir na votação da flexibilização do Estatuto. O governo não pode ser tão reticente ao tema”, disse o deputado Alberto Fraga (DEM-DF), coordenador da Frente Parlamentar da Segurança Pública. “Antes era o viés da omissão. Agora, ao menos, estamos trazendo essas questões para o debate”, completou.

Estadão Conteúdo

- Advertisement -

Assine nossa Newsleter

Receba as principais notícias do Brasil e do mundo em seu email

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Notícias Relacionado
Recomendado para você

- Patrocinado -
- Publicidade -

Governo anuncia medidas para combater incêndios na Amazônia

Presidente Jair Bolsonaro autorizou atuação das Forças Armadas na região para combater atividades ilegais e conter o avanço das queimadas e autorizou o IBAMA a contratar brigadistas temporários

Trump chega à França para participar da cúpula do G7

O avião do presidente norte-americano pousou no Aeroporto de Merignac, em Bordéus, sudoeste da França,

Lava-Jato investiga ex-presidente da Petrobras e sócio do banco BTG Pactual

PF investiga crimes de organização criminosa, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro, após delação do ex-ministro Antonio Palocci

Bolsonaro diz que incêndios na Amazônia não podem gerar sanções ao Brasil

Presidente fez pronunciamento nesta sexta falando sobre a Amazônia

Brasil gerou 43,8 mil empregos formais em julho

É o quarto mês consecutivo com saldo positivo na geração de empregos

Marcos Jr comenta escalação do Vasco da Gama para encarar o São Paulo

Volante comentou nova formação e exaltou atmosfera de São Januário

Nova temporada de Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D. chega ao Sony Channel

A sexta temporada, que estreia no dia 27 de agosto, às 22h55, terá 13 episódios, ao invés dos 22 de anos anteriores.

Flutuante Rio traz Música no Deck com Prislla Dj

DJ desembarca de turnê na Europa agitando os cariocas
- Publicidade -

Anvisa e Vigilância Sanitária do Rio realizam operação no Galeão

De olho na prevenção de riscos à saúde, ação resultou em 15 infrações no aeroporto que, a partir desse sábado, 24, vai operar também os voos do Santos Dumont

Raquel Dodge prorroga força-tarefa da Lava Jato por um ano

A equipe também continuará com orçamento de aproximadamente R$ 800 mil para gastos com pagamentos de diárias e passagens para procuradores e servidores que estiverem no trabalho de investigação

Governo está procurando terrorista da Al Qaeda no Brasil

A informação foi dada por Sergio Moro e Ernesto Araújo.

Preço do gás natural pode cair 60% em dois anos

A expectativa do Governo do Estado é terminar os estudos sobre essa revisão em três meses

Resultado das eleições primárias da Argentina surpreendeu tanto macristas quanto kirchneristas, avalia professor

O atual presidente Maurício Macri perdeu para a chapa de Cristina Kirchner e Alberto Fernandez por 10 pontos percentuais

Peça infantil ‘A Lâmpada Mágica’ é atração do West Shopping

A entrada é gratuita com classicação livre

Flamengo e São Paulo ‘secam’ o Santos em busca da liderança

Peixe pega o Fortaleza na Vila Belmiro, enquanto Tricolor e Mengão jogam fora de casa

Coxinha: o salgado mais brasileiro ganha diferentes versões em bares e restaurantes cariocas

Confira releituras cariocas do salgado queridinho da família imperial

Chapa Fernández-Kirchner vence eleições primárias na Argentina

A inflação na Argentina terminou o primeiro semestre deste ano em 22%, e 32% da população se encontram na linha da pobreza.

‘Prévia’ do PIB mostra necessidade de aprovação de reformas para país voltar a crescer, aponta economista

IBC-Br, medido pelo Banco Central, indicou recuo de 0,13% no 2º trimestre deste ano

ENCCEJA: prova será em 25 de agosto

A avaliação é destinada a brasileiros que não concluíram o ensino fundamental ou médio em idade adequada.

Guedes sobre recuperação econômica: “Tenham um pouco de paciência”

Em sua fala, Guedes fez uma longa defesa de políticas liberais contra o “atraso cognitivo”

Bombeiros resgatam mãe e filho de desabamento em Curicica

Além do trabalho de resgate, os bombeiros fizeram o escoramento da casa de quatro andares e das residências vizinhas

Confira a escalação do Vasco da Gama contra o São Paulo

Com quase 80% de aproveitamento em jogos em São Januário na temporada, o Vasco conta mais uma vez com a força da torcida

Vasco da Gama tem interesse em 3 atacantes e dois meias

O Gigante da Colina continua com sérias restrições orçamentarias e mudou o perfil de atleta que buscava no mercado.

The Neighbourhood lança novo single “Middle Of Somewhere”

Banda anunciou mais uma turnê nos Estados Unidos
- Publicidade -
- Publicidade -

Deu o que falarPOPULAR
As noícias mais lidas da semana

Horóscopo de sexta-feira 23 de agosto de 2019

Confira a previsão do horóscopo para o dia...

Anvisa e Vigilância Sanitária do Rio realizam operação no Galeão

De olho na prevenção de riscos à saúde, ação resultou em 15 infrações no aeroporto que, a partir desse sábado, 24, vai operar também os voos do Santos Dumont

Flutuante Rio traz Música no Deck com Prislla Dj

DJ desembarca de turnê na Europa agitando os cariocas