24 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, 20 de maio de 2019 11:3910
- Publicidade -

Wanessa Camargo retoma carreira sertaneja

- Publicidade -

Wanessa Camargo lançou-se na carreira musical há 16 anos, cantando música sertaneja, influenciada pela dupla formada por seu pai e seu tio (Zezé Di Camargo & Luciano). Em 2005, tirou o Camargo do nome artístico, migrou para a dance music e depois para a e-music, onde emplacou alguns hits e conquistou um outro tipo de público – mais urbano e mais eclético. Mas Wanessa resolveu retomar o antigo gênero. E está concluindo a gravação de novo álbum, sob o comando do produtor Eduardo Pepato.

O álbum “33″, com 15 faixas, foi lançado este mês pela Som Livre. “Fico feliz de ver o mercado da música se abrindo para as mulheres. São muitas representantes hoje em dia, cantando só ou em dupla. Sempre senti que o mercado no Brasil é muito machista. Essa tomada de poder feminino é o que me encantou nessa nova fase do sertanejo. Poder ver a mulher falar de igual para igual, com naturalidade sobre fossa, sobre tomar chifre e também dar o troco”, justifica a cantora, que recentemente foi contratada pela WorkShow, de Goiânia, empresa que cuida da carreira de artistas como Henrique & Juliano, Zé Neto & Cristiano, Maiara e Maraisa e Marília Mendonça.

- Advertisement -

Outra novidade é que Wanessa voltou a assinar o sobrenome Camargo. “Foi um pedido do meu avô (Francisco). Achei uma boa sacada de marketing. O Camargo tem uma linguagem mais romântica, sertaneja, popular”, explica. Para o início de 2017, ela planeja a gravação de um DVD, que contará com a participação de alguns artistas do cast da WorkShow.

Últimas Notícias

Alexandre Campello garante reforços no Vasco da Gama e diz que meta e fica entre os 10 primeiros do Brasileirão

O presidente do Vasco da Gama também falou sobre a busca de um terreno para a construção de um Centro de Treinamentos

Estado do Rio tem aumento de mortes por intervenção policial em abril

Número de vítimas registrado em abril foi o menor para o mês nos últimos quatro anos

Werley sobre o Vasco da Gama: “A torcida ainda vai ter muito orgulho desse time”

O zagueiro também falou sobre o início ruim no Campeonato Brasileiro

Contribuinte paga caro pelas mordomias de ex-presidentes; veja os valores

Em 2018, o Estado Brasileiro gastou R$ 4,6 milhões com cinco ex-presidentes

Peruanos protestam contra pedágios em vias construídas por Odebrecht e OAS

São pedágios "contaminados pela corrupção", declarou o prefeito de Lima, Jorge Muñoz, ao convocar a Câmara dos Vereadores para discutir a questão.

Ford vai eliminar 7 mil empregos; cerca de 10% de sua equipe mundial

Em março, a Ford anunciou a eliminação de mais de 5.000 vagas de empregos na Alemanha.

Luxemburgo confirma barca no Vasco da Gama

Elenco do Gigante da Colina tem mais de 40 jogadores

Bolsonaro diz que reforma tributária será apresentada após aprovação da Previdência

Se a reforma tributária for aprovada pela CCJ, proposta será examinada por uma comissão especial antes de ser analisada pelo Plenário da Câmara