O cantor de 29 anos inicia a sua carreira musical após uma reflexão sobre os valores que acumulou até aqui e o desejo em realizar um sonho antigo, que o acompanha desde que morava no interior do Ceará, onde também cresceu. A arte sempre acompanhou paralelamente sua carreira, no entanto foi neste ano que ela resolveu abrir espaço e tirar a poeira das letras que estavam em sua gaveta. Este é o cenário que molda o EP lançado em agosto pelo compositor. São cinco músicas que carregam a história e a energia de João Alves e o apresentam para o mundo musical.

Por trás das letras, João traz a essência de temas como  volta por cima, empoderamento feminino, as multiformas do amor, fidelidade e, como um bom artista pop, de “sofrência” e dor de cotovelo.

Não tem como ficar parado com as batidas marcantes e o beatbox da primeira faixa do EP “Quero você pra mim”, que fala do poder de uma mulher confiante quando entra em uma festa e mexe com  a emoção da galera. E como em um relacionamento que tem como porta de entrada a atração, o passo seguinte é a conquista e o sentimento, que estão presentes na letra de “Se você não sabe o que é amor” , com uma melodia doce e um refrão chiclete, daqueles que nos pegam durante uma atividade qualquer do dia a dia.

O clima muda quando ouvimos “Ladeiras e Altares” que mostra a saga pelo amor verdadeiro, a realidade de tantos no meio de uma geração se ilude fingindo que não se importa com isso. Essa é a sua impressão quando ouve a música, certo? Mas saiba que o amor cantado por João pode não ter sido bem esse que você imaginou. O clipe lançado anteriormente foi desenvolvido sob um tema pouco explorado e que ainda é tabu na sociedade: processo de adoção e adoção tardia. Ao ouvir pela segunda vez, a música traz um novo significado . “O trecho da música – prometo te fazer feliz, do jeito que você sempre quis – retrata muito do que as crianças esperam com a adoção e os futuros pais sentem ao dividir um amor único”, comenta Camila Rodrigues, que assina a direção do clipe.

A música “Agora vou farrear” mostra uma figura ressentida e com sede de volta por cima. Quem nunca foi pra balada para curar a dor de um amor mal resolvido ou não correspondido?  E é nesse clima de festa que a música segue. Esta é a faixa que antecede a última : “Eu vou buscar” com a melodia super sensível que vai progredindo e culmina em um momento muito tocante.  O som que reverbera nos últimos acordes, coloca reticências no primeiro trabalho do cantor e compositor, nos levando a crer que este é só o começo de uma carreira promissora para o cenário brasileiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here